Especialistas apontam livros de estudo para o Encceja 2020

O Encceja, ou Exame Nacional para Certificação de Competências de jovens e Adultos, oferece oportunidades para jovens que não tenham concluído o ensino fundamental. O exame é uma forma de avaliar mediando às competências e habilidades de jovens e adultos, morando no Brasil e no exterior, em nível de conclusão do Ensino Fundamental. É importante saber que é opcional a adesão ao Encceja 2020 pelas secretarias de Educação (dos Estados, Distrito Federal e municípios)

Esta adesão é efetivada, formalmente, pela manifestação de interesse e posterior assinatura de Termo de Compromisso de Cooperação Técnica e/ou Convênio enviado pelo Inep.

Confira a baixo o livro de estudos, você pode fazer o download do arquivo no site. (o arquivo vem no formato PDF)

  • Livro do Estudante (Ensino Fundamental)
  • Ciências
  • História e Geografia
  • Língua Portuguesa
  • Matemática

Livro do Estudante (Ensino Médio)

  • Ciências Naturais
  • Linguagens e Códigos
  • Matemática

Livro Introdutório

  • Livro Introdutório

Livro do Professor

  • História e Geografia
  • Ciências Humanas e suas Tecnologias
  • Língua Portuguesa, Língua Estrangeira,
  • Educação Artística e Educação Física
  • Linguagens, Códigos e suas Tecnologias
  • Matemática
  • Matemática e suas Tecnologias.

Certificação de conclusão de estudos poderá ser obtida através do ENCCEJA

O Enem – Exame Nacional do Ensino Médio vai poder servir como certificação de conclusão do Ensino Médio, que está sendo substituído pelo antigo Supletivo. Agora o resultado ENCCEJA 2020 é somente usado para certificação do Ensino Fundamental e o Enem para o Ensino Médio.

Só receberá o certificado quem tiver a idade de 18 anos para quem estiver interessado vão ter que se inscrever para o Enem e realizar as provas juntamente com os outros estudantes, o boletim com o desempenho do exame do candidato deverá ser levado á secretaria de educação para o reconhecimento (o boletim é entregue via correio).

As inscrições para o supletivo de 2020 para o ensino médio já foram abertas que ocorreu no dia 03 a 17 de novembro gratuitamente.

Para mais informações sobre os supletivos de ensino médio para 2020 acesse o seguinte site: www.educacao.sp.gov.br. Aproveite!

Quanto ganho um advogado

Para se tornar advogado é necessário um bacharel de direito e ser aprovado na prova da Ordem dos Advogados do Brasil, OAB. A prova da OAB é conhecida pelo elevado grau de dificuldade, que reprova grandes quantidades de pretensos a advogados por ano. Essa prova aplicada três vezes por ano e é composta de questões teóricas eliminatórias e práticas.

Quanto ganha um advogado.

Uma vez aprovado pela OAB, o advogado pode trabalhar defendendo clientes em ordens civis, penais ou trabalhistas. Na área jurídica para empresas ou em escritórios particulares. Porém boa parte resolve ingressar em carreira pública. De acordo a sua especialização o advogado pode estra inserido em qualquer uma destas áreas:

  • Assessor Jurídico.
  • Consultor Jurídico.
  • Procurador Jurídico.
  • Auditor Jurídico.
  • Planejamento
  • Ensino
  • Controlador Jurídico.

O mercado de trabalho para advogados está sempre aquecido e com grande procura. Na carreira publica o setor mais em alta é o atendimento da população carente.

Um estudo feito pela consultoria Michael Page para o setor jurídico mostra que os salários de um advogado júnior podem variar entre dois mil e quatro mil reais. O que influencia nesta diferença é o local onde está inserido, seja empresa ou nível de região do país. E claro, a área de especialização.

No Rio de Janeiro o sindicato de advogados assegura o salario mínimo de dois mil e trezentos por exemplo. Isto para quem trabalha oito horas diárias ou quarenta horas semanais. Já no Distrito Federal esse valor é de três mil para o mesmo período de trabalho. Também no Distrito Federal paga-se dois mil reais para trabalhar quatro horas diárias.

Existe também uma tabela de salários dos advogados. Essa tabela não serve para base de salário mínimo, porém mostrar a média salarial de diversas áreas e o nível do advogado. De acordo essa tabela, um advogado trabalhista tem a média de dois mil e quinhentos reais mensais nos primeiros três anos exercendo a função. Essa média sobe para três mil com quatro a sete anos. E para quatro e quinhentos a dez mil com sete anos ou mais.

Ainda de acordo essa tabela o advogado que mais recebe bem é o do setor empresarial, podendo chegar a receber até vinte mil por mês em nível de advogado sênior. Você pode acessar a tabela salarial.

Esses períodos de tempo equivalem a:

  • Júnior= Um a três anos exercendo a função;
  • Pleno= Quatro a sete anos na função;
  • Sênior= Sete anos ou mais de advocacia.